FECHAR <----

CLIQUE AQUI

Alguns pais possuem um bom patrimônio financeiro para deixar de legado aos seus filhos. Outros não. Mas em contrapartida trabalham muito para oferecer aos filhos uma qualidade de vida melhor do que tiveram em sua infância e adolescência. Há ainda àqueles que a única herança que deixarão será dívidas.

Fato é que a família do adolescente sempre deixa um legado. 
O adolescente não herda apenas bens materiais. Ele também recebe valores e hábitos que influenciam em seu comportamento. Sem mencionar as crenças e heranças espirituais.
Óbvio que tais fatores não são deterministas. Porém é inegável que a influencia da família na vida do adolescente é muito grande!

E preciso sensibilidade para discernir o que está por trás do comportamento adolescente. Alguns cresceram em uma família estável, com amparo, incentivo, proteção e limites. Outros possuem uma história de vida atravessada pela orfandade, privações e/ou abusos. Sem mencionar àqueles que crescem em situação de risco.

Fato é que cada adolescente que Deus traz até nós, educadores e líderes, precisam ser abraçados, independente do seu jeito, comportamento e histórico familiar. Por vezes, a igreja é o segundo lar do adolescente. Por isso, importa que professores e líderes estejam prontos para se envolver de coração aberto, para aí sim ensinar para transformar a vida do adolescente e seu relacionamento com a sua família.
O objetivo de cada encontro dominical não é passar uma informação ou conteúdo simplesmente. Mas, passar valores bíblicos visando à formação do caráter cristão no adolescente.

Por isso, é tão importante focar nos princípios cristãos de relacionamento familiar, dentre os quais destacamos alguns...

• Princípio da Autoridade - Os pais são autoridades instituídas por Deus para zelo e proteção dos filhos. Submissão à essa autoridade é imprescindível para receber as bênçãos de Deus.

• Princípio da Honra - O código de ética ensina que é necessário respeitar os pais. A Bíblia pede mais. Ele ordena honra. O respeito tem haver com atitudes externas. A honra tem haver com o coração. O filho que honra é o mesmo na presença e na ausência dos pais.

• Princípio do Amor-Alguns pais têm um comportamento indigno. E nestes casos, o amor é o caminho mais seguro para o filho trilhar. O principio do amor leva os filhos a perdoarem e o perdão cura toda a dor, desapontamento e mágoa que possa existir.

• Leia da semeadura - E a Bíblia quem ensina: "...porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará." (Gl 6:7b) É nossa responsabilidade ensinar aos adolescentes que a maneira como tratam seus pais são uma semeadura para sua própria vida. Esta lei funciona para as coisas boas e coisas ruins. Por isso é tão importante ensiná-los a semear gratidão, honra, obediência, honestidade etc.

Ninguém escolhe a família que nasce. Mas todos nós podemos escolher a família que queremos construir. Algumas famílias são mais certinhas que outras. Nenhuma delas é perfeita. Algumas precisam de um verdadeiro milagre. Porém, quando um adolescente faz uma aliança com Jesus, ele passa a andar com Deus. E Deus é especialista em transformar histórias e famílias!

Sempre há um adolescente que exerce influencia sobre os outros, que se destaca, que dita o ritmo do trabalho (ou da bagunça)! Podemos observar na Bíblia que a liderança de diversos personagens nasceu na adolescência e juventude, como são os casos de José, de Samuel e de Davi.



 
Top