{ FECHAR }

CLIQUE AQUI


TEXTO BÍBLICO
Salmos 119.1-12
Destaque
"Como pode um jovem conservar pura a sua vida? É só obedecer aos teus mandamentos" (Salmos 119.9).
Trocando ideias
Bem, se você veio na aula passada, já sabe que a Bíblia levou 1600 anos ser concluída, é composta de 66 livros, foi escrita por quarenta pessoas diferentes, mas que, no fundo, possui um único autor: o próprio Deus.
#muitacalmanessahora! Aperte a tecla pause aí: quarenta escritores, mas um só autor? Como isso funciona? Deus foi ditando e as pessoas iam escrevendo? E qual a importância de saber isso? Muita, muitíssima! É este é o nosso desafio de hoje!
ESTUDANDO A BÍBLIA
Fez a redação que eu mandei?
- Não deu, não, professor.
- Por quê?
- Sabe como é, eu tava sem inspiração...
- Entendo. Mas eu posso te ajudar. Você tem até o final da aula para achar inspiração, senão eu te dou um zero, ok?
- Opa! Eu acho que a inspiração já está chegando, mestre!
Inspiração. Essa é uma daquelas palavrinhas que todo mundo sabe mais ou menos o que é, mas ninguém sabe explicar direito o que significa.

Ela é usada para descrever situações quando alguém faz algo acima do normal. Quando isso acontece, dizemos que aquela pessoa "estava inspirada". Mas ela também é usada de outra forma. Quando alguma coisa chama a nossa atenção e serve de esta/o para uma ideia que acabamos de ter, dizemos que "tivemos uma inspiração". É muito comum ouvirmos falar de pintores e escultores que buscam uma inspiração para fazerem suas obras de arte. No passado, poetas tinham suas "musas inspiradoras": moças pelas quais eram apaixonados e para quem dedicavam suas poesias. Por tudo isso, é muito comum associarmos a inspiração com questões ligadas a cultura, a arte e até mesmo aos esportes. Mas você sabia que ela está muito associada à Bíblia, a Palavra de Deus?
CLIQUE E LEIA TAMBÉM:

 
O QUE É A INSPIRAÇÃO PLENA DA BÍBLIA?
A Bíblia afirma ser "a Palavra de Deus", isto é, o que está escrito nela foi Deus que determinou que assim fosse registrado ao inspirar seus escritores. O próprio Jesus chamou assim as Escrituras do Antigo Testamento desta forma (Mt 15.6). Mas o que isto importa para nós? Em primeiro lugar, sabemos que Deus é santo, perfeito, imutável e eterno. Se a Bíblia foi inspirada por Deus, isto é, é fruto do pensamento de Deus, então ela é também santa, perfeita, imutável e eterna (1Pe 1.23). E isto é muito bom, pois nos dá segurança de que ao lermos a Bíblia encontramos ensinamento seguro para nossas vidas, que vem diretamente do coração de Deus para nós. Porém, há pessoas que alegam que nem tudo o que está na Bíblia foi inspirado por Deus, pois ela foi escrita por homens falíveis como eu e você. E agora?

É verdade que a Bíblia foi escrita por homens, mas é a própria Bíblia que afirma ser ela plenamente inspirada por Deus e não só algumas partes (2 Tm 3.16). Portanto, quando falamos que a inspiração plena de Deus se estende a toda a Bíblia, é toda mesmo:
a) As mensagens - 2 Pe 1.20,21;
b) As palavras - Mt 22.43;
c) Os tempos verbais - Gl 3.16;
d) Até mesmo os sinais-Mt 5.17,18.

HOMENS QUE ELABORARAM O MANUAL DO FABRICANTE (o Lado Humano)
Bom, já vimos que a Bíblia foi inspirada por Deus, mas para escrevê-la, Ele contou com colaboradores humanos.
Dúvida. Mas como funcionou esta inspiração? Deus ditou e as pessoas escreviam? Bom, não há uma única resposta para essa pergunta. Há algumas passagens na Bíblia que são realmente assim, Deus dizendo o que queria que fosse escrito, especialmente nos livros proféticos (Jr 36.1,2; Os 1.1; Zc 8.1-4). Mas esse não era o único jeito. Os Salmos, por exemplo, são orações em forma de poesia na qual seus escritores expunham seus sentimentos, angústias e também a sua fé e seu amor a Deus (SI 9.1,2; 61.1,3).
Provavelmente nenhum deles podia imaginar que seriam lidas milhares de anos depois em certo país da América do Sul!

Muitos desses homens tinham consciência que estavam sendo inspirados por Deus para revelar a sua vontade. Paulo deixou isso claro quando afirmou que "quando falamos, nós usamos palavras ensinadas pelo Espírito de Deus e não palavras ensinadas pela sabedoria humana. Assim explicamos as verdades espirituais aos que são espirituais" (1Co 2.13).

TaCerto. Mas quem foram os homens que escreveram a Bíblia?
Foi um monte de gente, mas não sabemos o nome de todos, pois alguns livros da Bíblia não informam quem os escreveu.
Sabemos que os 5 primeiros livros da Bíblia - Gênesis, Êxodo, Números, Levítico e Deuteronômio-tenham sido escritos por Moisés. Ainda no Antigo Testamento encontramos outros escritores como Josué, Davi, Salomão, Daniel, Jeremias, Isaías, etc. Já o Novo Testamento possui livros escritos por Mateus, João, Pedro e Judas, discípulos de Jesus, e também pelo apóstolo Paulo, Marcos, Lucas e Tiago, irmão de Jesus.
 
No total, foram cerca de 40 escritores da Bíblia, muito diferentes entre si: Moisés foi educado no Egíto; Davi foi pastor de ovelhas. Salomão foi rei; Mateus era cobrador de impostos enquanto Pedro e João eram pescadores. Isto mostra que Deus usa quem quer e do jeito que quiser, pois a obra é dEle e o critério de escolha não é o talento ou a cultura que a pessoa tem, mas sim a sua fé e comunhão com o Senhor: "O Deus, o meu sacrifício é um espírito humilde; tu não rejeitarás um coração humilde e arrependido" (SI 51.17).

Como já vimos, nem todos os escritores da Bíblia sabiam que o que escreviam para ser lido pelas pessoas de sua época se tornaria uma Escritura Sagrada. Muito menos que iria ser lido através dos séculos! Afinal, nem sempre Deus revela para nós seus propósitos nem como a missão que Ele nos confiou se encaixará em seu plano de salvação.

O Espírito Santo inspirou esses homens (O Lado Divino)
A Bíblia é um verdadeiro milagre: inspirada por Deus, mas escrita por diversas pessoas ao longo de mais de 1500 anos, ela possui tanta unidade, tanta coerência em sua mensagem que só encontramos uma explicação: de Gênesis a Apocalipse, a Bíblia é a Palavra de Deus revelada aos homens. Vemos a mão dos homens que a escreveram na diferença de estilo de escrever de cada livro, mas vemos também a mão de Deus nas verdades espirituais contidas nestes mesmos livros. Inspirada por Deus, mas escrita por homens.

*TôConfuso! Mas quem me garante que a Bíblia foi inspirada por Deus?
Ela mesma. Veja só o que está escrito em 2 Pedro 1.20,21: "Acima de tudo, porém, lembrem disto: ninguém pode explicar, por si mesmo, uma profecia das Escrituras Sagradas. Pois nenhuma mensagem profética veio da vontade humana, mas as pessoas eram guiadas pelo Espírito Santo quando anunciavam a mensagem que vinha de Deus." Davi também tinha consciência de que foi usado por Deus: "O Espírito do SENHOR fala por meio de mim, e a sua mensagem está nos meus lábios" (2 Sm 23.2). Quer mais? Vamos então com o apóstolo Paulo: "Mas foi a nós que Deus, por meio do Espírito, revelou o seu segredo. O Espírito Santo examina tudo, até mesmo os planos mais profundos e escondidos de Deus" (1Co 2.10).

*ExplicaMais. E Jesus? O que Ele disse sobre isso?
Boa pergunta. Aliás, boa não, ótima. Jesus Cristo, o unigénito Filho de Deus, a todo o instante citava passagens da Bíblia e lhe dava valor de Palavra de Deus. Veja só:
"Jesus respondeu: — As Escrituras Sagradas afirmam: 'O ser humano não vive só de pão, mas vive de tudo o que Deus diz'" (Mt 4.4).
"Jesus respondeu: — E por que é que vocês desobedecem ao mandamento de Deus e seguem os seus próprios ensinamentos?" (Mt 15.3).
E Jesus também disse: "Que eles sejam teus por meio da verdade; a tua mensagem é a verdade" (Jo 17.17).
Conclusão
Disso tudo que vimos hoje, que lição podemos tirar para nossa vida? Deus, o Criador do universo, o Todo-Poderoso, decidiu contar com pessoas comuns como o pastor Davi, o pescador Pedro, e eu e você para fazer- e escrever - coisas extraordinárias. Quando Deus te inspirar a fazer algo, faça! Permita--se ser usado por Deus. Você pode nem ver o resultado final de seu esforço. Mas saiba que estará contribuindo com mais uma peça no maravilhoso quebra-cabeça preparado por Deus chamado Plano da Salvação.



Recapitulando
A Bíblia afirma ser "a Palavra de Deus", isto é, o que está escrito nela foi Deus que determinou que assim fosse registrado ao inspirar seus escritores.
É verdade que a Bíblia foi escrita por homens, mas é a própria Bíblia que afirma ser ela plenamente inspirada por Deus e não só algumas partes (2 Tm 3. 16). Portanto, a inspiração plena de Deus se estende a toda a Bíblia.

No total, foram cerca de 40 escritores da Bíblia. Eles eram homens das mais variadas profissões. Isto mostra que Deus usa quem quer, do jeito que quiser, pois a obra é dEle e o critério de escolha não é o talento natural ou a cultura que a pessoa tem, mais sim o de sua fé e comunhão com o Senhor.

De Gênesis a Apocalipse, a Bíblia é a Palavra de Deus revelada aos homens. Vemos a mão dos homens que escreveram na diferença de estilo de escrever de cada livro, mas vemos também a mão de Deus nas verdades espirituais contidas nestes mesmos livros.

A própria Bíblia, através de diversas passagens, garante que foi inspirada por Deus. Jesus Cristo, o unigênito Filho de Deus, a todo o instante citava passagens da Bíblia e lhe dava valor de Palavra de Deus.

O Altíssimo poderia ter feito tudo sozinho, mas decidiu contar com pessoas comuns para fazer coisas extraordinárias. Deixe Deus te usar.

REFLETINDO
1. O que significa para você, a Bíblia AFIRMAR ser "a Palavra de Deus"?
2. Mencione algumas características humanas na Bíblia.
3. Mencione algumas característicos divinas na Bíblia.


Fonte: Lições Bíblicas de Adolescentes – 4° trimestre de 2017, CPAD – Reverberação: Subsídios EBD


 
Top