{ FECHAR }

CLIQUE AQUI


Lição Bíblica de Adolescentes
Trimestre: 4° de 2017
Rev. Do Professor
Editora: CPAD
Reverberação: Subsídios EBD
Outras Lições: Acesse Aqui
TEXTO BÍBLICO
1Coríntios 1.1-9
Destaque
"Eu, Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, escrevo esta carta a vocês que, por causa da bondade do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo, receberam uma fé tão preciosa como a nossa" (2 Pedro 1.1).
LEITURA DEVOCIONAL
Seg. Romanos 1.1
Ter. Romanos 1.7
Qua. Romanos 1.8-15
Qui. 2Timóteo 4.5
Sex. Colossenses 3.11
Sáb. 1Pedro 4.21-14
Dom. 1Tessalonecenses 2.17

CLIQUE E LEIA TAMBÉM:

Objetivos
- Apresentar o propósito das epístolas;
- Despertar nos alunos o interesse em lerem as epístolas;
- Conscientizá-los de que as epístolas são úteis para orientá-los no dia a dia.
Material Didático
Mapa das viagens missionárias de Paulo.
Quebrando a Rotina
Mostre para os seus alunos a importância das epístolas para as igrejas cristãs da época. Pegue um mapa das viagens missionárias de Paulo e peça para eles marcarem no mapa cada cidade onde havia uma igreja ou pessoa para quem foi escrita uma epístola: Roma, Corinto, Colossos, Éfeso, Tessalônica, Filipos, Galácia, Timóteo (em Éfeso), Tito (em Creta), Pedro (Ponto, Galácia, Capadócia e Bitínia). Desta forma, f içara visualmente mais fácil para eles perceberem como o progresso' da obra missionária da igreja foi acompanhado posteriormente de um suporte bíblico e doutrinário para estas novas igrejas.


ESTUDANDO A BÍBLIA
Nenhum teólogo em sã consciência negará a importância das epístolas do Novo Testamento para a fundamentação doutrinária da igreja cristã. Soteriologia, Escatologia, Eclesiologia, está tudo lá, em simples cartas enviadas pelos apóstolos as suas igrejas. O difícil é fazer os adolescentes perceberem - e entenderem - toda esta riqueza espiritual. E é aí que você entra.

De Gênesis a Apocalipse, a Bíblia permanece atual. Mas junto com os Evangelhos, as Epístolas são os livros da Bíblia onde os adolescentes mais poderão encontrar diversos conselhos e orientações para a sua vida: a importância da fé, do amor, da prática de boas obras, do refrear a língua, está tudo lá. Se eles souberem garimpar nas páginas das epístolas, encontrarão verdadeiros tesouros para a sua vida cristã. E isto sem falar no conhecimento das principais doutrinas da fé cristã. E você, professor, deve ajudá-los a ler este mapa!

Naquela época a Igreja estava nascendo, crescendo e se espalhando. Então, os apóstolos tinham uma difícil escolha a fazer: ficar e orientar as igrejas que fundavam ou continuar andando pelo mundo pregando o Evangelho? De certa forma, fizeram as duas coisas. Continuaram em frente levando as Boas Novas a outros povos e terras. Mas mantinham contato com as igrejas que fundavam por meio de cartas e mensageiros para saber o que estava acontecendo e passar novas orientações a fim de que não se desviassem do bom caminho. A palavra Epístola vem do grego e significa correspondência escrita, isto é, cartas. O Novo Testamento contém 21 Epístolas. Até aí, tudo bem, você já sabia disso. Mas você sabia que elas são muito diferentes entre si? Por exemplo, algumas foram endereçadas às pessoas, outras às igrejas e outras até aos grupos de igrejas. Algumas foram escritas por Paulo, outras por outros discípulos e há uma epístola que não sabemos quem a
escreveu! Mas por meio dessas cartas, nós temos uma visão clara da vida, da fé, das dúvidas dos primeiros cristãos e também dos problemas que eles enfrentaram.

Mais ainda: muitas vezes essas cartas revelam os erros que eles cometeram, mas sempre vinha também a correção dos apóstolos para orientá-los a viverem suas vidas em harmonia com o Evangelho de Jesus. As Epístolas foram escritas há quase dois mil anos e, por incrível que pareça, continuam superatuais e muitíssimas úteis para nos orientar hoje tão bem quanto naquela época e tirar as dúvidas que possamos ter sobre o Reino de Deus.


As Epístolas de Paulo
O apóstolo Paulo foi o maior divulgador do Evangelho, tendo realizado três viagens missionárias. Por isso, não é de se estranhar que ele tenha escrito o maior número de epístolas também (13 no total).

Se você reparar bem, verá que as epístolas de Paulo são parecidas com as cartas de hoje. Veja a de Romanos: tem o remetente (Rm 1.1); tem o destinatário (Rm 1.7); tem uma saudação (Rm 1.8-15), tem o assunto da carta (Rm 1.16—15.33) e, finalmente, tem as despedidas (Rm 16).
*Dúvida! Então Paulo escreveu só para igrejas onde havia passado?
Só, não. Paulo escreveu cartas para igrejas que tinha fundado, a igrejas que ainda não havia visitado e cartas para pessoas para quem queria deixar orientações especiais. Até quando estava preso Paulo escreveu cartas. Escrever era com ele mesmo!
Veja só:


AUXÍLIO BIBLIOLOGICO
Caro professor, segundo os estudiosos do Novo Testamento, as epístolas do apóstolo Paulo podem ser classificadas em:
"Cartas Missionárias: Gálatas, 1 e 2 Tessalonisenses, 1 e 2 Coríntios e Romanos. Paulo escreveu essas epístolas por ser pastor fundador e estar preocupado com o bem-estar das igrejas plantadas por meio de seu ministério. Em geral, havia assuntos específicos com os quais ele se sentia impelido a lidar. As vezes, como em 1 Coríntios, ele responde perguntas específicas da igreja. Ele, com frequência, atacava as falsas doutrinas ou as condutas impróprias que ameaçavam a estabilidade da comunidade cristã.
Cartas da prisão: Efésios, Colossenses, Filemon e Filipenses. [Quando escreveu essas epístolas, o apóstolo estava preso no cárcere] Incerto do próprio destino quando escreveu essas epístolas, Paulo transmite fé na soberania de Deus e a certeza do triunfo, independentemente do que possa acontecer a ele nesta vida.
Cartas Pastorais: 1 e 2 Timóteo e Tito Embora nenhuma dessas epístolas use o termo "pastor", elas tratam de questões importantes enfrentadas pelos que são chamados a posições de liderança pastoral na igreja" (ZUCK, Roy B. Teologia do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2010, pp. 271, 332).

As Epístolas Gerais
Mais uma Dúvida! E as outras epístolas?
Boa pergunta. Embora Paulo tenha escrito a maioria das epístolas do Novo Testamento, oito delas foram escritas por outras pessoas: Tiago, Pedro, João e Judas. E há até uma epístola que não se sabe ao certo quem escreveu: a Epístola aos Hebreus. Não se sabe quem a escreveu, mas, como o próprio nome dela diz, foi escrita para os judeus convertidos. Tiago, irmão de Jesus, escreveu sua Epístola também para cristãos judeus que tinham se espalhado pelo império romano.

Já Pedro escreveu sua primeira epístola também para os cristãos de origem judaica que começavam a serem perseguidos por sua fé em Jesus, mas a segunda foi para todos os cristãos.

João, que havia escrito também um Evangelho e o livro de Apocalipse, escreveu duas cartas às igrejas cristãs gentílicas e a última para um irmão chamado Gaio. E também há a Epístola de Judas. Choque! Judas escreveu uma epístola? Calma aí! Esse Judas não é o traidor, é irmão de Jesus, como Tiago. Ele escreveu para alertar as igrejas do perigo das heresias. Mas vou montar um esquema para ficar mais fácil de entender, ok?
 
AUXILIO TEOLÓGICO
Epístolas Gerais
Sete cartas no NT-Tiago; 1 e 2 Pedro; 1, 2 e 3 João e Judas - são assim chamadas porque não contem destinatários específicos (note o contraste com as epístolas paulinas). A descrição 'sete epístolas universais' (isto é, com destino indefinido e abrangente) foi dada pela primeira vez por um patriarca da igreja, Eusébio (História Eclesiástica, CPAD). No entanto, uma leitura superficial das cartas mostra que elas não são, todas, verdadeiramente 'gerais' - 1 Pedro foi destinada a províncias específicas na Ásia Menor; 3 João foi enviada a um certo Gaio; e 3 João a uma igreja local ou a um indivíduo" (Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de janeiro: CPAD, 2006, p.653).


AUXILIO TEOLÓGICO
Professor, as epístolas não foram escritas por uma vontade pessoal de seus escritores de quererem discorrer sobre um tema doutrinário. A maioria das epístolas do Novo Testamento foi escrita em resposta a cartas ou mensagens pessoais relativas a necessidades reais das igrejas que exigiam um posicionamento oficial de um apóstolo ou de alguém com autoridade apostólica. Lembrando que na época dos apóstolos, a Igreja de Cristo não contava com a grande maioria da população.

Frente às outras religiões, principalmente a principal da Palestina, o Judaísmo, a fé cristã era "pequena" em número e em organização. Por isso, as instruções por intermédio das epístolas foram de fundamental importância para formar e educar gerações e gerações de crentes que entregavam suas vidas à fé em Cristo Jesus, o nosso Senhor.

Conclusão
Essas cartas foram escritas para pessoas que não nasceram no Evangelho - estamos falando da primeira ou no máximo a segunda geração de cristãos no mundo.

São judeus e gentios que abandonaram suas crenças e costumes e se converteram a Cristo (Cl 3.11). E em muitos lugares eles podiam até serem presos e mortos por causa disto (1PE 4.14-19)!

Mais ainda: Eles não tinham uma Bíblia completinha como eu e você para ler e tirar as suas dúvidas, simplesmente porque o Novo Testamento não existia ainda, ele estava sendo escrito! Você aguentaria esta pressão e manteria a sua f é nessa situação?

Nossos irmãos do passado aguentaram e, por isso, temos hoje a Palavra de Deus disponível para a sua Igreja. Portanto, valorize as Escrituras Sagradas e as leia.

Recapitulando
Paulo, Pedro, João e outros homens de Deus escreveram cartas - as Epístolas - para orientar as igrejas enquanto eles estavam fora, pregando o Evangelho.

A palavra Epístola vem do grego e significa correspondência escrita, isto é, cartas. O Novo Testamento contém 21 epístolas.
Elas foram escritas há quase dois mil anos e, por incrível que pareça, continuam superatuais e muitíssimo úteis para nos orientar hoje em dia tão bem quanto naquela época.

O apóstolo Paulo foi o maior divulgador do Evangelho, tendo realizado três viagens missionárias. Por isso, não é de se estranhar que ele tenha escrito o maior número de epístolas também (13 no total).

Paulo escreveu cartas para igrejas que tinha fundado, igrejas que ainda não havia visitado e cartas para pessoas para quem queria deixar orientações especiais. Até quando estava preso Paulo escreveu cartas.

Embora Paulo tenha escrito a maioria das Epístolas do Novo Testamento, oito delas foram escritas por outras pessoas: Tiago, Pedro, João e Judas. E há até uma epístola que não se sabe ao certo quem escreveu.

As epístolas foram escritas para cristãos corno eu e você que precisavam de conforto, de orientação ministerial, de conhecimento doutrinário, de aconselhamento e até mesmo de uma repreensão.
Refletindo
1. Você já leu as Epístolas do Novo Testamento? Resposta pessoal.
2. Sabe diferençar as Epístolas Paulinas das Gerais? As epistolas paulinas foram escritas para um público específico ou pessoas específicas, as gerais não.
3. Que tal fazer um planejamento de leitura? Assim que você terminar de ler os quatro Evangelhos, emende nas Epístolas. Resposta pessoal.


Fonte: Lições Bíblicas de Adolescentes – 4° trimestre de 2017, CPAD – Reverberação: Subsídios EBD

     


 
Top