Anuncios

 

FECHAR

CLIQUE AQUI

O número de mortos do terremoto que atingiu a fronteira entre Iraque e Irã na noite do último domingo (12/11/2017), já chega a 341 segundo o Ministério da Saúde do Irã à IRNA (agência de notícias oficial da República Islâmica do Irã).

Mortos NO IRÃ
==> No Irã, 341 pessoas morreram e 5.953 ficaram feridas, de acordo com a agência iraniana Irna. Apenas na província de Kermanshah, que fica em uma região rural e montanhosa, o número de mortos chegou a 328, e o de feridos passou para 3.950.


Mortos NO IRAQUE

==> Já no Iraque, o tremor deixou sete mortos e 300 feridos na região do Curdistão iraquiano, segundo a CNN, citando o ministro da Saúde da região, Rekawt Hama Rasheed. A província de Suleimaniya foi a mais atingida.

O terremoto, que ocorreu às 21h18 (horário local, 16h18 em Brasília), atingiu todas as províncias do Iraque e foi sentido na capital Bagdá por 20 segundos.


REGISTROS DE OUTROS TERREMOSTOS
Em 2003, um terremoto na cidade de Bam, província de Kerman (sudeste do Irã) matou 31.000 pessoas e a cidade ficou praticamente destruída.
Em abril de 2013, dois terremotos foram registrados no Irã, com poucos dias de intervalo, de magnitude 6,6 e 7,7, o mais forte no país desde 1957.

Os tremores deixaram 40 mortos no Irã e um número similar no Paquistão.

Em junho de 1990, um terremoto de 7,4 graus no Irã, perto do mar Cáspio (norte), deixou 40.000 mortos e mais de 300.000 feridos, além de meio milhão de desabrigados. Em poucos segundos, uma superfície de 2.100 quilômetros quadrados, onde ficavam 27 cidades e 1.871 vilarejos nas províncias de Ghilan e Zandjan, ficou devastada.

Fontes:
G1 e MSN
Reverberação: Subsídios EBD - Informações atualizadas EM 13/11


 
Top