FECHAR <----

CLIQUE AQUI

LEITURA DIÁRIA
SEG. Gn 1.1: Deus criou do nada
TER. Gn 1.27: Deus criou homem e mulher
QUA. Is 40.26: A criação revela o poder de Deus
QUI. Sl 33.6,9: O poder da palavra criativa de Deus
SEX. Sl 24.1,2: Deus é o Senhor da Criação
SAB. Hb 1.3: O universo é sustentado por Deus
TEXTO ÁUREO
"Pela fé, entendemos que os mundos, pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente" (Hb 11.3).

SINTETIZANDO
Na lição de hoje, estudaremos a respeito da origem do universo, da vida e do ser humano a partir de uma concepção bíblica. Você perceberá que é bem diferente daquela que seus professores de história e biologia ensinam. Entretanto, é importante que você saiba que tanto a teoria cosmológica do Big Bang quanto à teoria do Evolucionismo, são apenas teorias, ou seja, conhecimento especulativo. Pela fé cremos que Deus é o Criador. A criação, segundo a Bíblia, foi um ato voluntário, gracioso, soberano e intencional do Deus Todo-Poderoso e eterno.
INTRODUÇÃO
Toda obra de arte possuí as impressões digitais do artista que a pinta. Não é diferente com a criação. Nela também está impressa e registrada a assinatura de Deus, o Criador. A Bíblia deixa muito claro que o universo, a vida e o homem não são frutos de uma explosão cósmica, conforme a teoria do Big Bang, nem tão pouco evoluíram ao ponto de uma espécie se transformar em outra espécie diferente (evolucionismo). Antes, toda criação é resultante de um ato voluntário, gracioso, soberano e intencional de Deus.
Leia também:
- Lições Bíblicas de Jovens – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas de Adultos – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas Juvenis - – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Estudos Auxílios para professores da EBD – Acesse Aqui

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Gênesis 1.1-14
1 NO princípio criou Deus os céus e a terra.
2 E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 E disse Deus: Haja luz; e houve luz.
4 E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas.
5 E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite. E foi a tarde e a manhã, o dia primeiro.
6 E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas.
7 E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi.
8 E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo.
9 E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi.
10 E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom.
11 E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi.
12 E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie, e a árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.
13 E foi a tarde e a manhã, o dia terceiro.
14 E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos.

A AULA VAI COMEÇAR!
Talvez seus alunos desejem fazer a seguinte indagação: "Por que Deus criou o mundo?" Explique logo na introdução da aula "que Deus criou o mundo e tudo o que nele há porque Ele gosta de fazer coisas, e quer estar conosco. Ele criou a terra o céu e a água do nada. Deus é tão poderoso, que bastou dizer as palavras para fazer tudo aparecer. Deus criou as pessoas porque deseja ter amigos -homens mulheres, meninos e meninas - com quem pudesse partilhar seu amor. Ele criou o mundo para que as pessoas vivessem nele e o apreciassem. Você também é parte da maravilhosa criação de Deus. Não se esqueça de agradecer a Deus pelo mundo onde você vive, e pelo o amor dEle por você" (Bíblia do Adolescente Aplicação Pessoal, CPAD).
 
1. A CRIAÇÃO DE DEUS
"No princípio criou Deus o céu e a terra" (Gn 1.1). Essa é uma afirmativa irrefutável, pois declara com simplicidade, objetividade e veracidade que o universo, os seres vivos e o ser humano, não surgiram de uma grande explosão cósmica. A criação também não é um processo evolutivo, como afirmam algumas teorias cosmológicas. Pelo contrário, a terra, os céus, as galáxias, o sol, a lua, os animais, os vegetais, o ser humano e tudo mais são resultados de um ato voluntário e criativo de Deus (Ne 9.6).

Deus não só planejou detalhadamente cada etapa da criação como também executou cuidadosa e minuciosamente toda sua vontade. Não houve espaço para coincidências ou melhorias.

Ao concluir sua obra prima diz a Bíblia que"[...] viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom" (Gn 1.31).

Toda criação de Deus se deu a partir do nada, pois diferente do que os materialistas dizem a matéria não é eterna. De acordo com a Bíblia o ato criativo de Deus se concretizou por meio de sua palavra; Ele disse e tudo se fez (SI 33.6,9; Hb 11.3).

AÇÃO TÓPICO l
Faça a seguinte indagação: "O universo é autoexistente?" Ouça os alunos com atenção e explique que muitos "acreditam nisso não por razões científicas, mas filosóficas. Estão comprometidos com uma filosofia chamada naturalismo. O naturalismo busca entender o mundo e a própria vida apenas pelas relações de causa e efeito, que são naturais. Na verdade, o naturalismo argumenta que somente as coisas que podem ser verificadas empiricamente - experimentadas com os cinco sentidos são reais. Deus, a bondade, a beleza e até a própria consciência humana ficam de fora. O bónus para os cientistas é que eles que decidem sobre o que é real e o que é irreal, pois acreditam que são os únicos que têm o método correto de investigar a realidade" (COLSON, Charles. Respostas às Dúvidas de seus Adolescentes. 6ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.p.39).

2. O SER HUMANO SEGUNDO A BÍBLIA
Segundo a Bíblia, no sexto dia da criação Deus formou o primeiro homem, Adão, do pó da terra. Deus soprou o fôlego de vida nas suas narinas (Gn 2.7). Depois, vendo que não era bom que o homem vivesse só, formou igualmente a primeira mulher, Eva, da costela do homem, para ser sua auxiliadora — sendo esta carne de sua carne e osso do seu osso (Gn 2.18-23).

O ser humano, diferente de tudo que foi criado, possui uma particularidade: foi feito a imagem e semelhança de Deus (Gn 1.27). Esses dois termos descrevem nossa singularidade. Tais características não devem ser entendidas como semelhança física com Deus, pois a Bíblia diz que o Senhor é Espírito, não possui um corpo material (Jo 4.24). A imagem de Deus no homem significa a imagem espiritual e moral. Entretanto, com a entrada do pecado no mundo, a imagem de Deus no homem foi corrompida.

AÇAO TÓPICO 2
Professor, professora, faça a seguinte indagação: "Seria o homem fruto de um processo evolutivo ou de um ato criativo de Deus?" Ouça os alunos com atenção. Explique que segundo Darwin "a natureza poderia fazer uma seleção entre os organismos, da mesma maneira que os criadores fazem; por esta razão, chamou a sua teoria de 'seleção natural'. Ele propôs que a vida evoluiu de forma gradual, por estágios imperceptível pequenos, do mais simples organismo unicelular até os pássaros e as feras mais complexas" (COLSON, Charles. Respostas às Dúvidas de seus Adolescentes. 6ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2Oi2.p.47).

3. EVOLUÇÃO NÃO, CRIAÇÃO SIM
Muitas pessoas defendem, com unhas e dentes, o evolucionismo ateísta. Estas pessoas, erroneamente, acreditam que esta é a única explicação científica existente. Entretanto, esquecem-se de que a Teoria da Evolução é apenas uma entre tantas outras teorias que tentam explicar a criação, como, por exemplo, a Teoria do Design Inteligente e a Teoria Criacionismo Científico.

Para Charles Darwin, precursor da Teoria da Evolução, a vida é produto de uma evolução de milhões e milhões de anos, sendo regida pela seleção natural, onde o mais forte sobrevive.

Ao olharmos para o DNA, o código da vida, onde estão registradas todas as nossas informações genéticas, somos levados a concluir que nada disso poderia ser fruto do acaso. O Deus da Bíblia é onisciente - conhece todas as coisas d Jo 3.20; Is 46.9,10; SI 139.4; 1Rs 8.39), sua inteligência é infinita e somente a partir dEle a criação faz sentido (SI 19.1).

Assim como foi imprescindível a figura de mentes criativas e inteligentes como a de Alberto Santos Dumont para invenção do avião; de Alexander Graham Bell para o telefone; de Thomas Edison para a lâmpada; igualmente o Universo, a vida e o homem só são realidades porque o Deus Todo-Poderoso, eterno e inteligente os criou conforme sua boa vontade, e não somente isso, mas também os sustenta cuidadosamente (SI 36.6; Hb 1.3).

AÇAO TÓPICO 3
Pergunte aos alunos: "O que é uma teoria científica?" Ouça com atenção e explique que uma teoria, segundo o astrofísico Stephen Hawking, "não passa de uma hipótese".
 
4. CUIDANDO DAQUILO QUE É DE DEUS
Nós não surgimos por acaso, não estamos na Terra a passeio, nem somos desprovidos de sentido e propósito. Ao contrário, fomos feitos por Deus e para Deus. Fomos criados para amá-lo, glorificá-lo, honrá-lo e cumprir sua vontade (Rm 11.36; 1Co 10.31). É necessário entendermos que não somos donos da criação, muito menos do nosso próprio nariz. Deus é o Senhor de tudo e todos e a Ele devemos nos submeter em obediência e amor.

O Deus Eterno, ao criar o homem entregou-lhe a intransferível tarefa de cuidar e zelar da natureza - o que chamamos de mandato cultural (Gn 1.28). O mandato cultural é a ordem de Deus para que o homem cresça em todas as esferas. Porém, sempre cuidando e mantendo tudo que Ele criou. Precisamos honrar a Deus em todas as esferas de nossa vida, quer seja no trabalho, na escola, na família, na igreja, em nossa relação com o meio ambiente ou na sociedade como um todo. Somos mordomos de Deus, e não proprietários. E como tal precisamos evitar tanto a veneração quanto a depredação da criação de Deus, pois tudo é dELe!

O Senhor deu capacidade aos seres humanos para construírem, estabelecerem famílias, preservar o meio ambiente, promover justiça social, estimular a solidariedade e o altruísmo e utilizar os meios de comunicação de maneira inteligente. Somente cumprindo com o nosso mandato cultural poderemos nos tornar bons administradores da criação de Deus, influenciando positivamente este mundo corrompido e afastado de Deus pelo pecado.

AÇÃO TÓPICO 4
Faça as seguintes indagações: "Deus se importa com o meio ambiente?" Suas ações têm contribuído para a preservação do meio ambiente ou para destruição dele?" "O que podemos fazer para preservar a boa criação de Deus?"

SUBSÍDIO 1
Os escritores sagrados não hesitam em atribuir a Deus a criação do Universo. [...] Ao introduzir o tema da criação, Gênesis 1.1 responde a três perguntas:
(1) Quando ocorreu a criação?
(2) Quem é o sujeito da criação?
(3) Qual é o objeto da criação?

Gênesis 1.1 destaca o fato de um começo verdadeiro, ideia evitada pela maioria das religiões e filosofias, antigas e modernas. 'Bara'... parece indicar que os fenómenos físicos vieram a existir naquela ocasião, e que não tinham existência prévia, na forma em que foram criados pelo falar divino. Em outras palavras, até esse momento nada absolutamente existia, nem mesmo um átomo de hidrogénio.

Do nada (latim exnihilo) Deus criou os céus e a Terra. De conformidade com Gênesis 1.1, o sujeito da criação é Deus.
O Deus trino e uno operou de modo cooperativo na criação, [...] A criação é atribuída ao Filho em João 1,3, Colossenses 116-17 e Hebreus 1.10. Além disso, Gênesis 1.2, Jó 26.13 e 33.4, Salmos 104.30 e Isaias 40.12,13 incluem a participação do Espírito Santo.

A criação foi um ato da livre vontade de Deus. Ele tinha a liberdade de criar ou não criar. Thomas Odem observa: 'A verdadeira história da criação diz respeito ao relacionamento entre as criaturas e o Criador, e não às criaturas por si só, como se a criação devesse ser considerada por si mesma autónoma, independente e inderivada1 (HORTON, Stanley M. (Ed.) Teologia Sistemática: Uma perspectiva Pentecostal 1.ed.Rio de Janeiro: CPAD, 1996. pp. 224-9).

SUBSÍDIO 2
"Com a entrada do pecado, os seres humanos saíram do trajeto, afastaram-se do caminho, perderam-se. Porém, quando aceitamos a salvação em Cristo, somos recolocados no caminho certo e restaurados ao nosso propósito original. A redenção não é somente ser salvo do pecado, mas também ser salvo para algo -retomar a tarefa para a qual fomos originalmente criados.
E qual era a tarefa? Em Gênesis, Deus dá o que chamaríamos de a primeira descrição do cargo: 'Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a...' (Gn 1.28) A primeira frase -'Frutificai, e multiplicai-vos' - significa desenvolver o mundo social: formar famílias, igrejas, escolas, cidades, governos, leis. A segunda frase -'enchei a terra, e sujeitai-a' - significa subordinar o mundo natural: fazer colheitas, construir pontes, projetar computadores, compor músicas. Esta passagem é chamada de o mandato cultural, porque nos fala que nosso propósito original era criar culturas, construir civilizações - nada mais.

Isto significa que nossa vocação ou trabalho profissional não é uma atividade de segunda classe, algo que fazemos para pôr comida na mesa. É a grande obra para a qual fomos criados. O modo como servimos ao Deus Criador pode ser demonstrado ao utilizarmos, com criatividade, os talentos e dons que Ele nos deu. Poderíamos dizer que somos chamados a continuar a obra criativa de Deus" (PEARCEY, Nancy. Verdade Absoluta: Libertando o cristianismo de seu cativeiro cultural. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p. 34).

PARA CONCLUIR
O Universo, os seres vivos e o ser humano exigem a existência de um ser inteligente que não apenas projetou, mas executou todas as coisas minuciosamente como são. O Todo-Poderoso e ninguém mais é o criador do universo e da vida. Cuide da boa criação de Deus e seja um administrador fiel daquilo que Deus colocou sob sua responsabilidade.

CARO PROFESSOR, "os adolescentes são pessoas em transição, não são mais crianças, mas também não são completamente adultos. Então, contendem com a pergunta: Quem sou eu? Estão tentando desenvolver suas próprias identidades, a fim de se tornarem pessoas distintas de seus pais"(JOHNSON, Lia Como Ensinar Adolescentes. 2ed.Rio de Janeiro: CPAD, 2004, p. 13).

HORA DA REVISÃO
1. O ato criativo de Deus se concretizou mediante a quê?
Mediante a Palavra de Deus.
2. O homem foi formado em que dia da criação?
No sexto dia.
3. O que significa a imagem de Deus no homem?
Significa a imagem espiritual e moral.
4. Quem foi o precursor da Teoria da Evolução?
Charles Darvvin.
5. O que é o mandato cultural que o homem recebeu de Deus?
É o propósito original de criar culturas, civilizações e a tarefa de cuidar e zelar da natureza.
- REVISTA JUVENIS PROFESSOR 1º TR. DE 2018
- Título do Trimestre: Avivamento para a Juventude
- Classe: de 15 a 17 anos – Juvenis
- Editora: CPAD
- Comentarista: Rafael Luz

- Reverberação: Subsídios EBD

Postar um comentário

ESCREVA UM COMENTÁRIO SOBRE O QUE VOCÊ LEU NESTA PÁGINA


 
Top