FECHAR <----

CLIQUE AQUI

O relato sobre a Arca de Noé é um fato histórico (Ver Gênesis capítulos 6 e 7) e o próprio Jesus Cristo usou a história de Noé para alertar você que está lendo este texto. Leia Mateus 24.36-39.

O professor Adauto Lourenço, nos apresenta cálculos matemáticos que provam que todos os animais que Deus ordenou Noé colocá-los na Arca couberam. Vejamos o que diz o professor.

MEDIÇÕES DA ARCA:
350 côvados - 133 metros de comprimento
50 côvados – 22,5 metros de largura
30 côvados – 13 metros de altura

Uma das melhores proporções em engenharia marítima atualmente porque flutua muito bem e não afunda de maneira alguma, vencendo qualquer grande onda e tempestade.
DETALHES DAS MEDIÇÕES:
Volume: 40.500 m³ (quarenta mil metros cúbicos)
Peso bruto: 14.000 Toneladas (quatorze mil toneladas)
Deslocamento: 20.000 Toneladas (vinte mil toneladas)

O seu volume é que vale a um prédio de 67 andares com cada apartamento de 200 m² (duzentos metros quadrados), gigantescos. Daria pra colocar 360 contêineres de 40 pés dentro dela ou 3.400 jaulas de 12 m² (doze metros quadrados) que é mais do que o suficiente pra um animar ficar acomodado, assim como 120.000 (cento e vinte mil) animais do tamanho médio de uma ovelha.

Agora entra o problema que todo mundo se complica e que às vezes os sábios desse mundo acabam enrolando tudo, pelo fato de que Deus mandou Noé colocar na arca um casal de animais de cada espécies (exceto as aves que eram 7 pares).

ALOCAÇÃO DE ANIMAIS NA ARCA:
Espécies de animais conhecidas no mundo: 1.250.000 (Um milhão e duzentos e cinquenta mil)
Como coloca-los na arca? Acredite, não é pela fé, é pela pooorta meu irmão, pela porta!

Espaço para animais na arca: 120.000 animais (cento e vinte mil)
Espécies conhecidas pela taxonomia: 1.250.000 espécies no mundo (Um milhão e duzentos e cinquenta mil)
Insetos: mais de 950.000 são apenas insetos (novecentos e cinquenta mil

Detalhe: Deus mandou Noé por na arca apenas animais que tem fôlegos de vida pelas narinas, insetos respiram por traqueias. Imagina lá Noé contando - duas pulgas conferem, dois mosquitos conferem! – não dá né -. Nem precisa estar lá dentro, insetos flutuam na água, voam e ficam em lugares minúsculos e os seus aparecimentos são muito rápidos, depois de inundações grande parte de problemas são insetos, ou seja, isso é ligeiramente óbvio). [1.250.000 – 950.000 = 300.000]

Espécies restantes retirando os insetos: 300.000
Dessas novas restantes: 270.000 é vida aquática
(Porque que uma baleia, sardinha, tubarão estariam na arca ué ? Não precisam, ficam fora da arca mesmo).
(300.000 – 270.000 = 30.000)

Sobrariam apenas 30.000 espécies (anfíbios, repteis, mamíferos e aves)
Quantos animais caberiam na arca? 120.000, quantas espécies sobraram ? 30.000, um casal de cada daria 60.000. Ainda caberia o dobro na arca, teria muito espaço).

Vejam como poderia restar mais espaço ainda.
Clique e acesse
DIFERENÇA ENTRE “ESPÉCIE” QUE A BÍBLIA USA E “ESPÉCIE” QUE A TAXONOMIA USA:

O professor usa o exemplo do cavalo do tipo básico (que origina outras espécies) que tem informação genética suficiente pra produzir descendentes que seriam: asnos, cavalos conhecidos populares e não populares e também as zebras. As informações genéticas desse cavalo do tipo básico seriam capazes ainda de produzir descendentes dos tipos leves, pesados e até mesmo os pôneis (e isso não se trata de evolução, mas variação).

(A taxonomia chama de espécie os DESCENDENTES do animal do tipo básico, a Bíblia chama de espécie o PRÓPRIO animal do tipo básico, ou seja, o que dá origem.)

Quantos tipos básicos são conhecidos pela ciência para produzir toda a biodiversidade conhecida de anfíbios, répteis, mamíferos e aves?

A resposta é de apenas 1.000 (mil). Ou seja, daria pra colocar 1.000 (mil) animais dos dois sexos e arca teria 2.000 (dois mil) animais dos seus 120.000 (cento e vinte mil) lugares disponíveis para eles e mesmo assim ainda teríamos toda essa quantidade e variação de animais existentes hoje.

E tem gente que acha que isso não caberia na arca! Deus não seria besta de mandar Noé colocar 2.500.000 (dois milhões e quinhentos mil) animais na lá dentro, basta usar ciência que a gente chega lá, o problema é que existem pessoas determinadas a mostrar que o dilúvio não foi fato real e ilude o povo! O dilúvio foi um fato sim real e histórico que influenciou em quase toda a estrutura da terra.

Mas esse fato teve uma mensagem, o tamanho amor do Criador com sua criação, renovando o mundo ao mostrar o seu arco no céu a Noé (Arco Iris), e isso irá se repetir novamente na segunda vinda de Jesus Cristo, e você que serve ao Criador não tenha medo de mostrar o intuito do dilúvio e de repassar a mensagem da salvação.

Reverberação: Subsídios EBD


 
Top